NO AR

AVIVAMENTO NA MADRUGADA

Com:
Horário: 00:00 - 06:00
BATE PAPO

TOP MÚSICA
  • 1
    Nome do artista

    Nome do artista

    Nome da música 01
  • 2
    Nome do artista

    Nome do artista

    Nome da música 02
  • 3
    Nome do artista

    Nome do artista

    Nome da música 03
  • 4
    Nome do artista

    Nome do artista

    Nome da música 04
  • 5
    Nome do artista

    Nome do artista

    Nome da música 05
AGENDA
PUBLICIDADES
Curta nosso Facebook

TWITTER
REDES SOCIAIS
            
ESTATÍSTICAS
   Visitantes:  2330
    Usuários Online:  2
 

Notícias » Ciências

27 de Setembro de 2017
Astrônomos descobrem rachaduras em formato de aranhas em lugar inesperado no solo de Marte
Os astrônomos descobriram aranhas em um lugar inesperado de Marte, felizmente para as pessoas com aracnofobia trata-se de formações geológicas do Planeta Vermelho.
Clique para ampliar

As aranhas, ou estruturas araneiformes (seu nome científico) se formam durante o inverno em Marte quando o dióxido de carbono se transforma em gelo seco. Quando chega a primavera, a luz solar passa através do gelo translúcido e aquece o terreno debaixo dele. O gelo começa derretendo, causando erosão, mas o dióxido de carbono não adquire forma líquida durante longo tempo e se transforma em gás mais uma vez. O gelo se evapora, atirando pedaços de solo consigo em todas as direções. 

Isso resulta em formações com uma estrutura redonda e lobulada, parecida a pernas de aranha. Até agora, todas as aranhas foram encontradas próximo do polo sul do planeta.

A Universidade de Oxford está procurando estas estruturas marcianas através da sonda norte-americana Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) e da sua câmera HiRISE (Experimento Científico de Imagens de Alta Resolução), que monitora o polo sul de Marte. O departamento de astrofísica de Oxford sedia o projeto Zooniverse, onde voluntários podem observar estas “aranhas” e outros fenômenos marcianos. 

Cerca de 10 mil voluntários observaram e classificaram as fotos, tendo descoberto que algumas das “aranhas” ficam nas bordas do polo sul, longe do lugar onde elas geralmente se formam. Os astrônomos tomam em consideração a descoberta.

"É uma descoberta absolutamente inesperada. Isso nos ajuda a compreender melhor o processo de formação do dióxido de carbono em Marte", explicou Meg Schwamb, do observatório internacional Gemini, o principal autor do estudo.

"Estudando estas aranhas, saberemos mais sobre as diferenças entre a Terra e Marte. A formação das aranhas é determinada pelas estações em Marte […] e permite uma nova compreensão sobre a atmosfera marciana", acrescentou ele.

Schwamb planeja descobrir o ponto mais a norte onde essas aranhas se localizam.


https://br.sputniknews.com/ciencia_tecnologia/201708319241827-astronomos-aranhas-marte/


+ NOTÍCIAS


Copyright © 2017 - RADIO CHAMA VIVA